10/05/2013

Wilson Amaral: 'muitas pessoas quando olham para capa tem um choque'

Baixista da Divine Symphony comenta sobre turnê, novo álbum, mudanças de formação e muito mais.

Divine Symphony Foto divulgação Facebook
(Fonte: fb.com/DivineSymphonyBand)

A banda amazonense tem sua história iniciada em 2001 na cidade de Manaus, após gravação de uma demo, com quatro canções próprias, começaram a ganhar notoriedade em seu estado de origem, o que lhe rendeu participações em eventos com bandas cosolidadas, tais quais: Metal Nobre e  Shaman.

Ultrapassar as divisas estaduais era questão de tempo, isso ocorreu quando houve o convite para se apresentar nas cidades de Boa Vista e São Paulo, nesta última, Divine Symphony, integrou o lineup do II Zadoque In Concert, juntamente com Antidemon, Skymetal, Exousia e Deborah, isso tudo em novembro de 2002.

Divine Symphony - The History Capa do álbum The History

Com a boa aceitação do público, os amazonenses não poderiam ficar de fora da Extreme Collection,  uma das principais coletâneas da cena extrema Cristã, e isso ocorreu na versão “VL II” com a canção “God`s Wrath”, o que resultou na gravação do seu primeiro trabalho “Reject Darkness” (lançado em 2004), que além do Brasil, foi distribuído diversos em países, como: Estados Unidos, Portugal, Holanda, Inglaterra, Itália e México.

Em 2008 a banda lançou o polêmico, e último, trabalho intitulado "The History". A polêmica foi gerada por causa da capa, que possui a imagem de uma “crucificação invertida”, uma alusão a Pedro, que pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, pois julgava indigno morrer da mesma forma que Jesus.

Abaixo, pode-se ler a matéria feita, exclusivamente para o MetalCristao.com, por Thiago UnderBlood, que entrevista Wilson Amaral (baixista do Divine Symphony); onde será possível conferir a expectativa da banda para  sua primeira apresentação no estado de Pernambuco, juntamente com os mineiros da Krig, na Noite do Metal IV.

Divine Symphony - Noite do Metal IV A banda se apresentará na Noite do Metal IV
(Fonte: fb.com/DivineSymphonyBand)

Qual foi a principal diferença sonora da banda, após a saída do guitarrista Kelton Kellyo?

Wilson Amaral: Apesar do mesmo ter feito uma boa parte das composições do Divine Symphony, não mudou muita coisa, pois estamos na mesma linha. Já temos 03 musicas prontas para o próximo disco, estão muito boas, acreditamos que os apreciadores do metal irão gostar.

A banda completa 12 anos, neste ano de 2013. Há alguma novidade para os fãs? Podemos aguardar o lançamento de algum DVD?

Wilson Amaral: Sim, na certeza que teremos uma benção de Deus ainda este ano para gravação deste tão esperando DVD, logo estaremos realizando este feito, em nome de Jesus.

Muitos acham o som de vocês, parecido, na mesma linha do Dimmu Borgir. Eles são uma influência sonora pra vocês? Quais são suas influências?

Wilson Amaral: Escutávamos muito logo no inicio, há muitos anos atrás, hoje não escutamos musicas secular, escutamos muitas coisas de vários estilos da cena cristã, que vai do hard (Guardian) ao metal extremo (slechtvalk), hoje não temos banda referencia, confiamos plenamente no Senhor, e esta saindo grandes louvores rsrsr.

Um CD lançado em 2004, outro em 2008... Quando vocês pretendem laçar o terceiro CD Full?

Wilson Amaral: Estávamos compondo para lançarmos neste primeiro semestre de 2013, mas fechamos alguns compromissos e tivemos que parar de compor para nos dedicarmos aos ensaios, mas nossa intenção e lançarmos alguma coisa ainda este ano.

É a primeira vez que vocês veem a Pernambuco. O que esperam desta apresentação? Já obtiveram informações de outras bandas que tocaram aqui?

Wilson Amaral: Sim é a primeira vez. A expectativa sempre é a melhor possível; tivemos informações que o pessoal do Antidemom tocou ai, e foi muito boa à recepção da galera. Estamos preparando um grande show para galera underground de Pernambuco.

Vocês conhecem as bandas que fazem parte de cena cristã de Pernambuco? Se sim, quais?

Wilson Amaral: Sim, conhecemos o pessoal do Implement., Conhecemos eles no Espirito Santo, acredito que em 2004 no Metanoia Fest.

O CD "The History" de 2008, é muito comentado, e algo, além das faixas, traz uma atenção maior; é a capa.... Qual o Significado dela?

Wilson Amaral: Rsrs muitas pessoas quando olham para capa tem um choque, a capa retrata a crucificação de Pedro, pois não se achava digno de morrer que nem o nosso mestre Jesus. Pelo fato do disco The History ser conceitual onde falamos sobre a história da igreja sem placa de denominação, achamos que daria uma ótima capa.

Em relação à cena Metal do Amazonas, já houve confrontos? Ou cada um respeita seu espaço, e assim, vocês conseguem realizar seu trabalho tranquilamente?

Wilson Amaral: Confronto direto mesmo não, ofensas isto sempre vai existir, mas cada um respeita seu espaço, e estamos levando numa boa, fazemos muito evento pela Base Missionária Sabaoth que hoje em Manaus, domina a cena metal com qualidade nos eventos.

"Pena que não deu tempo para falarmos sobre Jesus "

Vocês já abriram um show para o Shaman. Conte-nos como foi essa experiência.

Wilson Amaral: Já tínhamos tocado antes com grandes bandas, como: Oficina G3, Metal Nobre e Rodox. Foi muito legal, os caras são muito simples, pena que não deu tempo de falarmos de Jesus para eles, pois foi correria total, foi uma boa experiência que guardamos ate hoje.

No Inicio da banda, vocês cantavam em português, e agora, somente em inglês. Por que essa mudança?

Wilson Amaral: Cantávamos em português logo no inicio, ainda não tínhamos uma linha musical definida, como as musicas foram amadurecendo, vimos que era necessário cantarmos em inglês, e também pelo fato de ser uma língua predominante em todo mundo.

Abrimos espaço para vocês deixarem um recado ao público, que tanto os espera, para esse grande evento que irá ocorrer no dia 25 de maio, a Noite do Metal 4...

Wilson Amaral: Só temos a agradecer todo apoio e empenho dos organizadores, das bandas que estão apoiando ai de Pernambuco, do nosso grande amigo Maciel Facundes, que é parte desta realização do Divine Symphony esta tocando neste estado. O que podemos garantir é um grande show, da altura do povo Headbanger desta cidade (Olinda). Esperamos trocar ideias com todos. Forte abraço até dia 25 de maio. God Bless You

Esta entrevista foi enviada exclusivamente para o MetalCristao.com.
Entrevistador: Thiago Underblood

dsadasdasdsa